está aqui: home > artigos > como dar banho ao gato

Envie a um amigo
Recomende o vivapets
de:


para:


mensagem:

[ enviar ]

 

Como dar banho ao gato

ARCADENOE.SAPO.PT

É um especialista sobre este tema? 
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
Enviar este artigo a um amigo!
Preencha o formulário abaixo

o seu nome:
o seu email:
nome do seu amigo:
email do seu amigo:
comentários:
 
Sexta, 04 de Dezembro 2009

Como dar banho ao gato
Quase todas as raças de gatos têm aversão à água. Por um lado, os gatos estão certos, pois passam demasiado tempo a limpar a pelagem para depois se estragar tudo com água! Mas por outro lado, há situações em que o banho é inevitável.

A aversão à água parece ser algo transversal à maioria dos gatos, mas não é algo que se reflicta na história dos felinos. Os grande felinos têm por vezes de atravessar rios para caçar ou vigiar o território. Existem mesmo raças de gatos, como o Turquish Van, que gostam da água e inclusivamente gostam de estar a nadar na banheira. Os gatos que participam em exposições são também lavados frequentemente, isto porque são habituados desde pequenos a vários “rituais de beleza”. E mesmo os gatos que resistem ao banho, não se mostram intimidados com a chuva.

Se tem em casa um gato com aversão à água, pondere antes de decidir dar-lhe banho. Os gatos passam horas por dia a tratar da pelagem, conseguindo manter o pêlo limpo muitas vezes sem a interferência do dono. Por isso, antes de dar banho ao gato, reflicta se não será suficiente escovar o gato ou passar uma toalhita própria sobre o pêlo.

Os gatos não devem tomar banho a não ser que esta seja a única solução de limpeza. Tal como os cães, os gatos produzem óleos que protegem a pele. Ao lavar o gato vai estar a danificar esta camada protectora.

Assim, justifica-se dar banho ao gato quando:

  • o gato sujou-se com um produto que o animal não deve ingerir ao lamber o pêlo – óleos, pesticidas, etc.;
  • é necessário utilizar shampôos recomendados pelo veterinário para tratar problemas de pele, acabar com pulgas, etc.;
  • o gato participa em exposições felinas;
  • o dono tem alergia à saliva e pele morta do gato;
  • a pelagem está demasiado oleosa;
  • o gato é idoso e não é capaz de tratar do próprio pêlo.

De pequenino...


A melhor forma de tornar os banhos pacíficos é habituar o gato desde a sua juventude a tomar banho. Com água tépida, simule o banho, começando com pouca água e acrescentando conforme a resposta do gato. Se o fizer com calma e elogiando o gato por estar a tolerar a água, não haverá problemas nos banhos futuros.

Preparação


Dê banho apenas num dia em que saiba ter tempo suficiente para poder fazer as coisas calmamente. Os animais pressentem quando os donos estão nervosos e se tiver de apressar o processo, o gato ficará também nervoso, podendo reagir com agressividade ao banho.

Se sabe que o seu gato vai oferecer resistência ao banho, previna-se! No dia anterior, apare as unhas do gato, mas com cuidado para não cortar demasiado.

No próprio dia convém escovar a pelagem, para que o ralo da banheira não fique entupido com o pêlo.

É preferível dar banho ao gato na casa de banho, do que no lavatório da cozinha ou num alguidar em qualquer parte da casa, isto porque a casa de banho é um espaço relativamente pequeno onde o gato pode ser contido, fechando a porta, e fácil de limpar, se o gato sair disparado da banheira cheio de sabão.

Vista uma roupa que possa ser molhada e mesmo arranhada. É aconselhável usar mangas compridas.

Antes de ir buscar o gato, deve também reunir tudo aquilo de que precisa para lhe dar banho e retirar da casa de banho tudo o que possa ser atirado ao chão ou partido.

Produtos


  • Shampôo – Utilize um que seja indicado para gatos. Se precisar de lavar o gato de urgência e não tiver um indicado para gatos, não utilize o shampôo normal para humanos, pois são demasiado agressivos no pêlo do gato. Em casos de excepção, pode utilizar shampôo para bébes. Nunca utilize produtos indicados para cães, pois podem ser tóxicos.
  • Toalhas – Vai precisar de pelo menos duas toalhas. No caso de gatos com pêlo comprido, podem ser necessárias mais.
  • Pano suave – Para limpar o focinho do gato, deve utilizar um pano fino e suave.
  • Recipiente em plástico para recolher a água e deiar por cima do gato – Opcional, para utilizar em gatos que não gostem do chuveiro.
  • Tapete – Para manter a casa-de-banho o mais limpa possível, pode cobrir o chão com tapetes.
  • Tapete impermeável – Para que o gato não escorregue na banheira, aplique um tapete anti-derrapante.

Banho


Para alguns gatos, o barulho da água a correr pode ser assustador, por isso encha a banheira antes de colocar o gato lá dentro. Neste casos, utilize um recipiente de plástico (o metal pode fazer barulho ao raspar na banheira) para encher de água e despejar levemente sobre o gato.

Encha a banheira com água tépida até chegar à barriga do gato, cerca de 10 cm. Coloque o gato dentro e molhe-o. Não molhe o focinho, nem as orelhas do gato. Utilize no fim, o pano suave e molhado para limpar essas zonas.

Depois de molhado, aplique o shampôo, mas não exagere. Esfregue os dedos com suavidade, começando no pescoço e descendo até às patas. Retire o shampôo, passando com bastante água. É importante que não fique shampôo na pele, pois vai causar irritação quando seco. Depois de retirar a água da banheira, volte a molhar o gato para se certificar de que não ficou shampôo por retirar.

Com uma toalha, retire o excesso de água. Esfregue levemente, sobretudo se o gato tem pelagem longa, para que o pêlo não enrice. Com a segunda toalha, se puder, previamente aquecida, envolva o gato para acabar de o secar. No fim, pode utilizar em gatos de pelagem longa um secador “silencioso” ou com uma escova e a ajuda da toalha pode finalizar o trabalho. A maior parte dos gatos prefere secar-se sozinho, por isso coloque uma toalha no sítio onde o gato costuma refugiar-se e deixe-o acabar o trabalho. Não há perigo em deixar o gato ainda húmido, desde que este não tenha acesso a correntes de ar.

Dicas


  • Trabalhar a dois – É mais fácil dar banho ao gato se forem duas pessoas a fazê-lo. Uma pessoa fica encarregue de segurar o gato, enquanto a outra molha-o, esfrega, etc. Certifique-se de que o seu auxiliar é paciente e de que o seu gato gosta dele.
  • Ofereça uma recompensa ao gato no fim do banho. Desta forma ele vai associar o banho a algo positivo.
  • Alguns gatos preferem mesmo ser lavados com chuveiro, de forma a que a água não se acumule nos seus pés. Tenha contudo cuidado para não deixar cair água no focinho ou entrar nos ouvidos.
  • Nos casos de gatos mais ansiosos, pode ter de optar por ir para a banheira juntamente com o seu gato. Use uma camisola grossa e de manga comprida e lave-o no seu colo.
  • Guarde a caixa de areia imediatamente a seguir ao banho, pois alguns gatos podem ir esfregarem-se lá.
  • Se der banho durante o Inverno, aqueça primeiro a divisão com um aquecedor para que o gato não fique doente.
  • Ao retirar o shampôo, passe água até que esta escorra límpida do gato.
  • É normal os gatos emitirem sons de desconforto durante o banho. Tente minimizá-los, acompanhando o banho sempre com um tom de voz amigável.
adicionar um artigo
Bookmark no site::
Del.icio.usDiggNewsVineDe.lirio.usBlinkbitsBlinklistBlogmarksCo.mmentsFarkFurlMa.gnoliaNetvouzRedditScuttleShadowsSimpyTailRankYahooMyWeb
Comentários (11)adicionar comentário
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
05.03
kitty37 disse:
o meu gatinho já tomou e gostou
29.09
starmoonfire disse:
a minha lua não se importa de tomar banho, desde que sem chuveiro. É mesmo água na banheira. E se estiver mesmo suja, mete-se ela própria dentro da banheira. É mesmo doida :)
26.08
jecucu disse:
EU nao consigo dar banho no meu marrow, para além de nao ter habituado desde cedo, ele é um gato bravo :(
05.05
dinanando disse:
:-)Habituei a minha gata Lira a dar banho de pequenina e por isso não reclama muito no entanto tenho sempre cuidado não vá ela revoltar-se:-)
08.01
Pequenita28 disse:
o meu kiko adora uma boa banhoca :) mt vaidoso :)
07.01
birdyangel disse:
bom artigo! =) miau
13.12
catrules disse:
Nunca experimentei dar banho ao Suki, sempre o limpei com toalhitas, ele também só está dentro de casa, de qualquer forma suspeito que, se for mesmo necessário dar-lhe uma banhoca, vai ser muito complicado pq ele está um rebelde!!!
12.12
Miagarcia disse:
Muito boas dicas vou dar o 1º banho ao Rodolfo que é um persa bege veremos como se vai portar
11.12
kendra disse:
Eu felizmente nao tenho esses problemas. eu costumo pôr pó no pelo... (no da minha gata joaninha) ... e esse pó é recomendado pela vet dos meus pets.
09.12
Isie disse:
Meus gatos sempre tomaram banho pelo menos uma vez por mês... Não que gostem, mas o Tigre, diferente da Lala, nunca reclamou, fica impaciente, mas não dá um miadinho sequer. Hoje é dia de banho e será o primeiro do Thato, acho que ele será um pouco resistente, porém as dicas aqui me ajudarão a deixar todos calminhos. Deixo também uma dica legal: antes de dar banho faço a higiene dos ouvidos com um líquido próprio, depois de alguns minutos - quando já estão calmos - preparo o banho e coloco um pouco de algodão nos ouvidos para impedir que a água entre neles.
rede vivapets:  Português Português English English Español Español Deutsch Deutsch