está aqui: home > artigos > convivência com crianças – as ...

Envie a um amigo
Recomende o vivapets
de:


para:


mensagem:

[ enviar ]

 

Convivência com Crianças – As melhores e as Piores Raças Caninas

ARCADENOE.SAPO.PT

É um especialista sobre este tema? 
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
Enviar este artigo a um amigo!
Preencha o formulário abaixo

o seu nome:
o seu email:
nome do seu amigo:
email do seu amigo:
comentários:
 
Segunda, 17 de Novembro 2008

Convivência com Crianças – As melhores e as Piores Raças Caninas
Os cães são os melhores amigos do Homem, mas nem todos são os melhores amigos das crianças. Fica aqui uma lista das melhores e piores opções de raças de cães para crianças. Mas lembre-se: cães e crianças só devem conviver com supervisão de um adulto.

O problema da compatibilidade entre cães e crianças reside em vários aspectos:

  • As crianças são brutas. Não tendo noção ainda de que podem estar a magoar o cão, as crianças puxam as orelhas e a cauda, apertam os animais, acariciam como quem bate, etc. Alguns cães não toleram abusos, podem rosnar ou até morder para que a criança pare.
  • As crianças não sabem interpretar os sinais dados pelos cães e são demasiado insistentes. Os cães mais independentes não gostam de demasiada atenção.
  • As crianças são frágeis e os cães de maior porte podem ter brincadeiras mais brutas.
  • Os cães mais pequenos são frágeis e neste caso será a criança que pode acabar por magoar o cão com brincadeiras brutas.

Requisitos para lidar com crianças


As raças mais adequadas a crianças devem ser extremamente pacientes. Devem ser capazes de “sofrer” sem reagir. Embora os cães não sejam santos, existem raças que por norma, são mais tolerantes.

Ao contrário do que se possa pensar, são geralmente os cães de grande porte os mais dóceis e calmos com crianças, já que os mais pequenos tendem a ser nervosos e muito reactivos.

Alguns cães de grande porte passam contudo por um período, até aos 2 anos geralmente, em que são bastante trapalhões e pouco cuidadosos. Isto pode ser um problema se os donos permitirem brincadeiras bruscas, uma vez que o cão pode acabar por magoar a criança, apesar de não fazer propositadamente.

Com os abusos típicos das crianças, os cães pequenos podem também sair magoados, ao serem apertados, puxados por uma pata, etc., por isso os cães demasiado frágeis não são indicados.

Existem raças de cães que não são adequadas para crianças de 2 anos, mas que convivem pacificamente com uma de 10. Parte-se do princípio que a criança de 10 anos conheça já alguns limites no trato dos animais e que tem robustez física para aguentar as brincadeiras dos cães de maior porte.

As melhores Raças


Estas raças são as que melhor se adequam a crianças de todas idades:

American Staffordshire Terrier – Apesar da reputação que tem (considerado potencialmente perigoso), estes cães são apenas agressivos com outros cães, sendo muito leais com a família e extremamente tolerante e dóceis com crianças. Gostam de ser o único cão da família.

Antigo Cão de Pastor Inglês (Bobtail) – Conhecido por ser a ama das crianças, são muito tolerantes e calmos. Exigem escovagens diárias.

Beagle e outros cães de levante e corso (hounds), tais como o Bloodhound, o Harrier, Irish Wolfhound e o American Foxhound – São brincalhões e tolerantes, mas bastante enérgicos. Não são geralmente cães de apartamento.

Boxer – Um cão de guarda, que protege a família e lida muito bem com os mais novos.

Caniche Grande – Os caniches de porte mais pequeno são nervosos e reactivos, o que não acontece com a variedade grande. O Caniche Grande é uma óptima opção para famílias com crianças.

Cão de Água Português – Activo e elegante, é um cão tolerante com as crianças.

Collie de pêlo comprido ou curto e Bearded Collie – São bastante pacientes com crianças, mas exigem muita manutenção com o pêlo.

Golden Retriever, Retriever do Labrador e Retriever de Pêlo Liso – A docilidade destes cães precede-os. São tolerantes e pacientes. O Labrador Retriever é contudo bastante trapalhão e excitável enquanto não atingir a idade adulta e pode ser necessário mais algum cuidado na vigilância das brincadeiras.

Havanês – É um cão de colo, pequeno e de apartamento, mas aceita bem crianças na família.

Hovawart, Terra Nova e São Bernardo – São cães muito calmos e pachorrentos. Aturam as maiores travessuras, mas são bastante trapalhões enquanto pequenos e pode ser um desafio tentar fazer com que tenham cuidado com os movimentos.

Mastiff – Um poderoso guarda, mas um gentil gigante com a família. Necessita contudo de uma forte socialização e não deve ser cão para donos inexperientes.

Pug – Pequeno e cão de apartamento, o Pug foge ao estereótipo dos cães pequenos e nervosos. É paciente, mas pode ser demasiado frágil para as crianças mais brutas.

Outras raças indicadas


Estas raças são também indicadas para conviverem com crianças, pois têm ainda uma elevada tolerância a abusos, mas não mostram um comportamento tão paciente ou consistente. Contudo, adequam-se perfeitamente num ambiente familiar, especialmente se lidarem com crianças mais crescidas.

  • Basset Hound
  • Bichon Frise
  • Boston Terrier
  • Bouledogue Francês
  • Bulldog
  • Bull Terrier
  • Cão da Serra de Aires
  • Cocker Spaniel Inglês e Americano
  • Dálmata
  • Lulu da Pomerânia
  • Pastor Alemão
  • Podengo Português Médio
  • Schnauzer Grande
  • Setter Inglês
  • Shar Pei
  • Spitz Japonês
  • Springer Spaniel Inglês e Americano
  • Staffordshire Bull Terrier
  • Viszla

Algumas raças não indicadas para crianças


Estes cães são óptimas companhias, mas não gostam de ser tratados de forma bruta ou de serem constantemente assediados pelas crianças. Como em todos os casos, existem excepções e a capacidade de uma criança e de um cão de uma destas raças conviverem depende muito da educação que tanto a criança como o cão recebem. São contudo cães mais indicados para adultos ou adolescentes e muitos estão entre as melhores opções para idosos.

  • Alaskan Malamute
  • Baixote
  • Caniche Médio, Anão ou Toy
  • Chihuahua
  • Chinese Crested Dog
  • Chow Chow
  • Epagneul Japonês
  • Epaneul do Tibete
  • Jack Russell Terrier
  • Llhasa Apso
  • Pequinês
  • Pinscher Miniatura
  • Saluki
  • Schnauzer Miniatura
  • Tibetan Terrier
  • Weimaraner
  • Yorkshire Terrier

Ao escolher o cão, tenha em atenção todas as outras necessidades. Apesar da convivência com uma criança ser muito importante, as outras características do cão também o são. Se escolher, por exemplo, um Labrador Retriever, tenha em atenção a sua necessidade de exercício, isto porque manter qualquer cão fechado no interior ou constantemente preso acaba por afectar o temperamento do mesmo, tornando-se frustrado e destrutivo, passando em suma a ser um cão mais instável. Os pais devem ter também a noção de que crianças e cães não devem conviver sem supervisão, independentemente da raça. Por muito responsável que seja uma criança, criar um cão é uma tarefa de adultos, por isso cai sobre os pais e não sobre a criança a responsabilidade que ter um cão acarreta.

Se tem um filho pequeno e está a pensar ter um cão, pondere a sua decisão. Em termos de trabalho, um cão é quase tão exigente como uma criança e está a duplicar o número de tarefas a fazer diariamente. Talvez seja vantajoso esperar mais alguns anos até que a criança possa ser ensinada em como tratar um animal.

Contudo, as crianças que crescem com cães vêm neles os melhores amigos, confidentes e um apoio emocional. Perceber que lidar com outros exige educação e limites, torna as crianças mais responsáveis, equilibradas e menos egocêntricas. Crescer com um amigo fiel é uma das melhores experiências que pode proporcionar a um filho.

Boa sorte!
adicionar um artigo
Bookmark no site::
Del.icio.usDiggNewsVineDe.lirio.usBlinkbitsBlinklistBlogmarksCo.mmentsFarkFurlMa.gnoliaNetvouzRedditScuttleShadowsSimpyTailRankYahooMyWeb
Comentários (19)adicionar comentário
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
29.07
ediluck disse:
por experiencia própria o BRACO ALEMÃO tolera os comportamentos das crianças, penso que devia estar referido neste topico
21.07
xacobeu disse:
Recolham um cão rafeiro abandonado que apareça maltratado à porta e este será certamente não só o melhor amigo das crianças como da familia inteira. Eu tenho (resgatada) uma setter inglesa, uma gata rafeira tb e só tenho a dizer que quanto mais rafeiro mais amigo é.
11.07
AnnaLucia disse:
Então e o Podengo Português, ele também é uma cão muito amigo de crianças! Não concordo nada com este artigo. Acho que a raça não tem nada a ver com isto! :<
05.05
FeelingNerD disse:
Depois da convivência com a miwa, e pelo que toda a gente que teve samoiedos me disse, fico sem duvida impressionada de não ver samoiedo na lista. São super cuidadosos com crianças, e claramente adoram-nas.
30.11
BRUNOAPOLO disse:
sem comentarios convido todos a espreitarem a minha galeria de fotos e tirem as vossas conclusoes eu entendo k nao se possa generalizar mas este foi um artigo infeliz
26.08
Fitinhas disse:
Concordo! Mas, tb vai da educação da criança! Há criançinhas que gostam mt de fazer malinhos aos canitos. Há que educar ambos! ;)
29.07
mtaccc disse:
Além de ser criadora de Schnauzers Miniatura tenho uma Chinese Crested Dog e adora brincar com os meus filhos. Tudo vai da educação, os cães são o espelho do dono!!!!!!!!! Eles são aquilo que nós queremos que eles sejam!!!!!!!
12.12
NiceSmile disse:
Pois também concordo com o XPuppy. E os Rottweilers, Westies e Fox´s encaixam-se onde??? O meu namorado teve um Rottweiller e devo dizer que nunca vi um cão tão meigo, tão paciente como aquele! os miúdos faziam-lhe "30 por uma linha" e ele nada...deixava-se estar. E o meu Fox é super paciente com crianças, brinca com elas e deixa-os fazer tudo. A minha Westie como nunca este em contacto directo com crianças, tem um pouco de receio deles. E depois também tem a ver com a educação que se lhes dá! O cão será tolerante se o ensinarem a ser. Claro que cada raça tem as suas características, mas a educação conta e muito!
24.11
XPuppy disse:
Fiquei chocada ao ler este artigo... Como é que é possivel definir a melhor raça para estar em contacto com as crianças... como??? Se todos os cães indepedentemente da raça são diferentes... Ainda bem que o Cão da Serra de Aires está nas OUTRAS RAÇAS INDICADAS, ao menos foi reconhecido... que vitória... mas onde ficam as outras raças Portuguesas e os Rafeirinhos??? Pois é... Treino uma meu cão desde os 4 meses. Pode parecer mentira aquilo que vou dizer... mas nem sequer imaginam os Labradores e os Golden agressivos que lá aparecem... Atacaram pessoas, crianças e outros cães... No entanto existem outros que são uns doces. É como tudo, é como nós... Tenho mtos alunos, e o mais difícil não é educar e sociabilizar um cão, mas sim as crianças... Isso sim, as vezes é difícil... Pensem nisto...!!!
20.11
ThorLucamar disse:
todos nos k gostamos de caes e k os tratamos bem temos exemplos de bom convivio entre os nosso caes e dos nossos filhos! eu tenho um rottweiler de 4 anos k s da lindamente com a minha filha de quase 5. eles adoram brincar e sao ambos mt tolerantes, ela sabe k n lhe pode bater, por ex, e ele sabe k n pode correr junto dela, devido ao peso desigual entre ambos. kk raça pode ser boa desde k caes e crinças sejam bem educadas e respeitadoras!
rede vivapets:  Português Português English English Español Español Deutsch Deutsch