está aqui: home > artigos > doenças dos coelhos

Envie a um amigo
Recomende o vivapets
de:


para:


mensagem:

[ enviar ]

 

Doenças dos Coelhos

Conheça duas das principais doenças

ARCADENOE.SAPO.PT

É um especialista sobre este tema? 
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
Enviar este artigo a um amigo!
Preencha o formulário abaixo

o seu nome:
o seu email:
nome do seu amigo:
email do seu amigo:
comentários:
 
Terça, 01 de Agosto 2000
Autor: Carla Monteiro, MV

Doenças dos Coelhos

Doença Hemorrágica Viral


A Doença Hemorrágica Viral (DHV) é uma doença infecto-contagiosa que afecta Coelhos, causada por um calicivírus.

A DVH é altamente contagiosa, transmite-se quer por contacto directo, quer indirecto (através de objectos contaminados, roedores e insectos). Os objectos contaminados se não forem lavados e desinfectados podem ser uma fonte de contágio mesmo após a eliminação dos animais doentes.

Os animais afectados morrem muitas vezes sem apresentar quaisquer sinais clínicos, outras vezes apresentam sintomas neurológicos (incoordenação, excitação) e por vezes hemorragias pelo nariz ou outros orifícios naturais. Os sintomas manifestam-se cerca de 48 horas após a infecção.

A mortalidade pode variar entre os 50 e 100%. Os coelhos que sobrevivem à doença permanecem como portadores e podem continuar a excretar vírus durante aproximadamente um mês.

A prevenção da doença faz-se através da vacinação e controlo de insectos e objectos contaminados.

Mixomatose


A Mixomatose é uma doença infecto-contagiosa que afecta os Coelhos (leporídeos) e causada por um poxvírus denominado fibroma de Shope.

O vírus transmite-se por contacto directo, mas principalmente através de vectores (como por exemplo, mosquitos ou pulgas). Os insectos que se alimentam de sangue, podem manter o vírus activo durante meses e disseminar facilmente a doença.
Após a picada pelo insecto contaminado, os sintomas podem aparecer entre cinco dias a uma semana. Os sinais típicos são edemas generalizados, principalmente em redor da cabeça (olhos e orelhas), disseminando-se rapidamente por todo o corpo.

A doença é na maioria das vezes fatal. A morte pode ocorrer entre 48 horas a duas semanas após o aparecimento dos sinais clínicos.

A prevenção da doença faz-se através da vacinação e controlo de insectos.
Comentários (0)adicionar comentário
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
Ainda não há comentários!
rede vivapets:  Português Português English English Español Español Deutsch Deutsch