está aqui: home > artigos > esquilo: o jardineiro do plane...

Envie a um amigo
Recomende o vivapets
de:


para:


mensagem:

[ enviar ]

 

Esquilo: O Jardineiro do Planeta Terra

Factos e curiosidades sobre esquilos

ARCADENOE.SAPO.PT

É um especialista sobre este tema? 
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
Enviar este artigo a um amigo!
Preencha o formulário abaixo

o seu nome:
o seu email:
nome do seu amigo:
email do seu amigo:
comentários:
 
Terça, 15 de Janeiro 2008

Esquilo: O Jardineiro do Planeta Terra
Espécie

Os Esquilos são roedores, o que quer dizer que pertencem à ordem Rodentia, da qual também fazem parte os ratos, os castores, os porquinhos-da-índia, os gerbos, etc. Este agrupamento incluí 40% das espécies de mamíferos, o que o torna a mais vasta ordem animal.

Existem mais de 250 espécies de esquilos.

A maior espécie de esquilos é a Ratufa indica. O corpo deste esquilo, sem contar com a cauda, tem entre 35 a 40 cm e a cauda pode atingir os 50 cm.

Anatomia


Os esquilos têm olhos grandes localizados na parte lateral da cabeça. O vasto campo de visão permite-lhes ver não só o que lhes está à frente, mas também parte do que se encontra atrás. Ao contrário do olho humano, o do esquilo foca na perfeição não só o centro da imagem que vê, como também a periferia.

Sendo um roedor, os dentes do esquilo crescem continuamente. Por ano, crescem uns incríveis 15 cm, mas, devido ao constante desgaste, o esquilo consegue mantê-los sempre curtos.

Os esquilos têm pernas musculosas o que lhes permite saltar distâncias de seis metros. Mas ainda mais incrível é a sua capacidade de cair sem sofrer nenhum ferimento, conseguindo sobreviver sem um arranhão a quedas de 30 metros.

Dieta

Os esquilos comem variadíssimos tipos de alimentos: nozes, frutas, sementes, mas também insectos e ocasionalmente um animal morto, quando não há mais nada disponível. Um esquilo adulto come, em média, meio quilo de comida por semana.

Estes pequenos animais geralmente “marcam” as suas nozes com o seu cheiro antes de as enterrarem: retiram a casca para depois ou a lamberem ou a esfregarem na barriga. Quando está na altura de as recuperar eles conseguem descobri-las seguindo o cheiro.

Quando estão a comer, os esquilos não estão concentrados no alimento, mas sim nos possíveis predadores que se possam encontrar à sua volta. É por isso que a mordida mais comum do esquilo ocorre quando os humanos os estão a alimentar com uma noz entre os dedos.

Comportamento

Ao contrário do que muita gente pensa, existem esquilos que não hibernam, tais como as espécies da família Sciurus.

Os machos deste género são os roedores mais asseados: demoram o dobro do tempo utilizado pelas fêmeas a cuidar do pêlo (talvez porque não necessitam de cuidar das crias).

Apesar de os seus hábitos se alterarem conforme as estações, os esquilos deste género são animais crepusculares, mais activos quando o sol nasce e se põe. No Verão, os esquilos acordam algumas horas depois do amanhecer, descansam durante a tarde, voltam às suas actividades algumas horas antes do pôr do sol e retiram-se para os ninhos antes de escurecer. No Inverno, o esquilo é mais activo durante a manhã, começando de madrugada e acabando as suas tarefas até ao meio-dia. Em dias de temporal, os esquilos podem mesmo não sair da toca.

Quando um esquilo se sente ameaçado, o primeiro instinto é permanecer imóvel. Depois, se estiverem no chão, correm para uma árvore em busca de abrigo.

Os esquilos enterram vários tipos de nozes e muitas delas ficam por recuperar. Essas nozes, tais como a bolota, eventualmente acabam por dar origem a árvores. A plantação de sementes de árvores valeu aos esquilos a alcunha: “Jardineiros do Planeta Terra”.

Vida Social

Os esquilos comunicam através da linguagem corporal, utilizando sobretudo gestos com a cauda e também usando uma série de vocalizações.

Os esquilos adultos vivem sozinhos. Embora em alturas de mau tempo possam temporariamente partilhar o ninho com outros para se aquecerem.

Tal como a maioria dos animais, o pico de actividade dos esquilos dá-se na época de acasalamento, que dura de Fevereiro a Maio. Os machos perseguem as fêmeas de árvore em árvore, dando saltos acrobáticos.

Casa Branca

Os esquilos já habitaram a Casa Branca, quando Theodore Roosevelt, antigo Presidente dos Estados Unidos da América, tinha como animal de estimação um esquilo-voador.

“Esquilo” em línguas diferentes:

  • Alemão - Eichhörnchen
  • Dinamarquês - Egern
  • Espanhol - Ardilla
  • Francês - Écureuil
  • Inglês - Squirrel
  • Italiano - Scoiattolo
  • Latim - Sciurus
  • Polaco - Wiewiórka
  • Turco - Sincap
adicionar um artigo
Bookmark no site::
Del.icio.usDiggNewsVineDe.lirio.usBlinkbitsBlinklistBlogmarksCo.mmentsFarkFurlMa.gnoliaNetvouzRedditScuttleShadowsSimpyTailRankYahooMyWeb
Comentários (2)adicionar comentário
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
26.03
1962 disse:
moro em Inglaterra onde existem imensos animais selvagens,entre eles os esquilos que sao do mais amoroso que existe,os parques estao cheios de vida selvagem e eles veem comer nos a mao(os esquilos e nao so)seria um bom exemplo a seguir pelo nosso pais tudo aquilo que por aqui fazem para conservar a vida selvagem,e uma pena os nossos parques serem so habitados por pombos,nao imaginam a quantidade de animais que nos vemos por aqui...
21.01
chernk disse:
Olá. Este espectacular animalzinho sempre me fascinou e como tal sempre tive muita vontade de ter um por amigo. Mais um... Já que se lembraram dele, por acaso não há por ai ninguem que tenha algum ... Fico ansiosamente à espera. Carla Conde
rede vivapets:  Português Português English English Español Español Deutsch Deutsch