está aqui: home > artigos > guia para o banho do seu cão

Envie a um amigo
Recomende o vivapets
de:


para:


mensagem:

[ enviar ]

 

Guia para o banho do seu cão

Para ficar bonito e cheiroso!

ARCADENOE.SAPO.PT

É um especialista sobre este tema? 
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
Enviar este artigo a um amigo!
Preencha o formulário abaixo

o seu nome:
o seu email:
nome do seu amigo:
email do seu amigo:
comentários:
 
Segunda, 15 de Junho 2009

Guia para o banho do seu cão
Com que frequência devo dar banho ao meu cão?

A resposta a esta pergunta varia de raça para raça. Raças que tenham predisposição para problemas de pele, como os Cocker Spaniels, deverão tomar banho regularmente (de 6 em 6 semanas). Cães de pêlo curto como o Doberman, Boxer, etc, podem tomar banho com muito menos frequência, cerca de 4 ou 5 vezes por ano. Se der banho demasiadas vezes a raças de pêlo curto pode enfraquecer-lhes o pêlo e diminuir as suas qualidades isolantes e protectoras.

Que tipo de champô devo utilizar?

O tipo de champô a utilizar depende do tipo de pêlo do seu cão, bem como de alguma necessidade especifica que tenha (hidratar, etc). Utilize sempre um champô especifico para cães. O champô utilizado pêlo homem é mais agressivo quimicamente e é formulado com um PH não indicado para o pêlo do seu animal.

Como preparar a sessão de banho?

Junte tudo o que vai precisar para o banho.
Tudo o que vai precisar para o banho do animal deve estar à mão (champô, toalha, etc). Se vai dar banho ao cão numa banheira, coloque um tapete de borracha anti-derrapante. Os animais ficam assustados quando não conseguem equilibrar-se e podem tentar saltar da banheira.

Cuidado com as orelhas

Proteja as orelhas do animal e tenha cuidado para não entrar agua para o canal auditivo. Pode colocar uma bola de algodão nas orelhas para funcionar como barreira caso alguma água entre acidentalmente.

Proteja os olhos

Antes de começar o banho, coloque uma gota de óleo mineral nos olhos do seu cão. Basta uma pequena gota em cada olho para impedir irritação provocada pêlo champô.

Colocar o animal na banheira

Se precisar de pegar no seu cão para o colocar na banheira, faça-o de forma correcta para evitar lesões em si e no animal. Coloque um braço debaixo do peito do cão, junto às patas dianteiras, e o outro braço atrás das patas traseiras, abaixo da cauda. Não se esqueça de manter o corpo direito e de fazer força com as pernas e não com a coluna.
Se o seu cão for pesado peça sempre a ajuda de alguém.

Molhar o pêlo

Abra a torneira lentamente e ajuste a temperatura e a pressão da água antes de começar a molhar o animal. A água deve estar morna, nem quente nem muito fria. A eficácia do champô e maior quando a água está a esta temperatura. Coloque o bocal do seu chuveiro o mais perto possível do pêlo do animal. Desta forma ele não fica assustado e a água entra melhor na sua pelagem. Comece nos quartos traseiros e vá molhando até à cabeça do animal. Esta deve ser a ultima parte a ser molhada. Nunca aponte directamente o jacto de água para a cabeça. O fluxo de água deve ser suave. Incline ligeiramente a cabeça do animal para que a água escorra pêlo pescoço abaixo e não para o nariz e olhos. Utilize os seus dedos para espalhar a água no nariz, olhos e boca.

Aplicar o champô

Como quando molha o cão, comece também pela parte traseira e vá avançando até à cabeça do animal. Certifique-se que aplica bem o champô e que não está só a aplicar na parte superficial do pêlo. Em raças de pêlo curto, pode usar uma escova de borracha, para ajudar na aplicação do champô. Se o seu cão tiver pêlo comprido, massaje o champô na direcção do crescimento do pêlo. Desta forma evita que fique embaraçado.

Enxaguar muito bem

Volte a checar a temperatura da água como fez no inicio. Aqui deverá começar pela cabeça do animal. Utilize a sua mão livre para ir removendo o sabão do corpo. Se deixar ficar restos de champô no animal pode provocar enfraquecimento e irritação do pêlo.

Secagem

Quando terminar a lavagem, remova a água em excesso com as suas mãos. Seque o pêlo com uma toalha. Se o seu cão tiver pêlo comprido não deve esfregar com muita força. Cães de pêlo curto devem ser secos com movimentos circulares da toalha. Não se esqueça de remover o algodão dos ouvidos e de retirar a humidade em excesso destas. Algumas raças de pêlo longo (Galgo Afegão, Poodle, etc) ficarão com um pêlo mais bonito se forem secadas com um secador. Nestes casos regule o aparelho para o nível mais fraco e não aponte o ar directamente para o focinho do animal.
Comentários (2)adicionar comentário
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
01.05
1201790130 disse:
concordo! a minha Pinkie, uma pinscher miniatura, mesmo com o tapete anti-derrapante, tenta sair da banheira, mas mesmo assim, muito bom artigo !!
09.07
kotonete83 disse:
Muito bom esse artigo, mas o meu labrador tem medo de água!
rede vivapets:  Português Português English English Español Español Deutsch Deutsch