está aqui: home > artigos > o cancro canino

Envie a um amigo
Recomende o vivapets
de:


para:


mensagem:

[ enviar ]

 

O cancro canino

Conheça mais sobre esta doença...

ARCADENOE.SAPO.PT

É um especialista sobre este tema? 
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
Enviar este artigo a um amigo!
Preencha o formulário abaixo

o seu nome:
o seu email:
nome do seu amigo:
email do seu amigo:
comentários:
 
Quarta, 09 de Janeiro 2008

O cancro canino
Embora a luta contra o cancro no homem já dure há bastantes anos, a batalha contra esta doença nos animais de companhia é um fenómeno relativamente recente. A incidência da doença tem vindo a aumentar a uma velocidade de tal forma alarmante, que já é a causa de morte não acidental mais comum.

Porque é que o cancro animal se está a tornar tão frequente? Alguns especialistas dizem que é causado pela cada vez maior exposição dos cães à poluição extrema do ar e pesticidas. Outra explicação poderá ser (ironicamente) a cada vez maior longevidade dos animais, motivada pelos avanços na medicina veterinária. Sendo uma doença (geralmente) ligada ao envelhecimento é natural que a sua incidência aumente à medida que a esperança de vida dos animais cresce.



Cancros caninos comuns

Surpreendentemente, muitos tipos de cancros são mais comuns em gatos e cães do que no Homem como o cancro da pele, cancro da mama e cancro dos ossos.

Os tipos mais comuns de cancro nos cães:

Cancro de pele
Observe atentamente a pele do seu cão à medida que ele vai envelhecendo. Alguns sinais, como nódulos sebáceos sobre a pele são normalmente benignos mas convém sempre fazer uma observação no seu veterinário.

Cancro da mama
Os tumores mamários são o tipo de cancro mais comum em cadelas. Normalmente 50% destes tumores são benignos. Animais que sejam castrados ainda jovens sofrem menos riscos de contrair a doença.

Cancro da boca e nasal
Esteja atento a sinais de inchaço nas gengivas, sangramento ou mau hálito persistente. Sangramento do nariz, dificuldade em respirar ou inchaço facial poderão ser sintomas de cancro nasal.

Cancro dos ossos
Este tipo de cancro é mais comum em raças de grande porte. As áreas junto das articulações são sítios onde a doença ataca com mais frequência. Se o seu cão mancar durante períodos prolongados ou tiver um inchaço numa das patas visite o seu veterinário.

Raças de risco
Embora ainda não se saiba bem porquê, algumas raças de cães estão mais predispostas a desenvolver certos tipos de cancro:
  • Boxer
  • Pastor Alemão
  • Cocker Spaniel
  • Golden Retriever

Por outro lado existem algumas raças que parecem sofrer menos deste tipo de doença, como:
  • Beagle
  • Poodle
  • Collie
  • Dachshund

Se o seu cão pertence a uma das raças de risco deverá manter-se especialmente atento aos sintomas do cancro canino.

Sinais de alerta
Os sintomas de cancro canino são semelhantes aos do cancro no homem. As hipóteses de sucesso no combate à doença dependem muito da fase em que é detectada. Quanto mais cedo for detectada melhores serão as probabilidades de cura.

Segundo a "Veterinary Cancer Society", alguns dos sinais de alarme são:

  • Inchaço anormal que persiste ou continua a crescer
  • Feridas que não saram
  • Perda inexplicável de peso
  • Perda de apetite
  • Sangramento de um orifício corporal
  • Dificuldade a engolir ou comer
  • Perda de vitalidade ou falta de vontade para se exercitar
  • Dificuldade em urinar, respirar ou defecar
  • Alteração súbita de comportamento

Para diagnostico do cancro, os veterinários usam vários métodos diferentes como Raios X, testes ao sangue e exames físicos. Para se confirmar a existência da doença recorre-se normalmente a uma biopsia.


Tratamento
A cirurgia, radiação e quimioterapia são alguns dos métodos de tratamento utilizados no combate ao cancro canino. Embora muitos dos procedimentos sejam semelhantes aos usados no combate ao cancro humano, os cães não reagem da mesma forma aos tratamentos: os efeitos secundários da quimioterapia são por exemplo menos severos nos cães.
Comentários (0)adicionar comentário
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
Ainda não há comentários!
rede vivapets:  Português Português English English Español Español Deutsch Deutsch