está aqui: home > artigos > venda de animais exóticos

Envie a um amigo
Recomende o vivapets
de:


para:


mensagem:

[ enviar ]

 

Venda de animais exóticos

Artigo de Opinião

ARCADENOE.SAPO.PT

É um especialista sobre este tema? 
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
Enviar este artigo a um amigo!
Preencha o formulário abaixo

o seu nome:
o seu email:
nome do seu amigo:
email do seu amigo:
comentários:
 
Quinta, 11 de Setembro 2008
Autor: Rui Patrício - Veterinário de animais exóticos

Venda de animais exóticos
Como é do conhecimento geral os animais exóticos constituem hoje em dia um mercado em franca expansão e um negócio bastante apetecível para as lojas que os comercializam. No entanto, e falando por experiência própria, a forma como os animais se apresentam nas lojas e as indicações que estas fornecem aos futuros proprietários ficam muitas vezes aquém e outras são mesmo incorrectas. É acerca deste aspecto bem como o que considero necessário perguntar e pedir nas lojas quando se vai adquirir um destes animais que quero falar nesta primeira intervenção.

Em primeiro lugar temos de ter em consideração que, como o próprio nome indica, um animal exótico é proveniente de locais longínquos, sendo na sua maioria capturados na natureza, ou se criados em cativeiro, sujeitos a uma longa viagem. Tendo em conta este aspecto existem várias coisas a ter em consideração. Uma delas consiste em perguntar se o animal é legal, ou seja se foi capturado legalmente, e se entrou legalmente no nosso país. Para isso é necessário ter a informação ( os funcionários das lojas de animais têm obrigação de saber ) se o animal em causa consta de algum anexo do C. I. T. E. S ( convénio que regula o comércio internacional de espécies ameaçadas ), e se constar deve ter um número correspondente que deve ser entregue no acto da compra.

Outro aspecto é o da quarentena e do estado de saúde do animal. Perguntar sempre se foi efectuada a quarentena e que garantias a loja oferece em relação ao estado de saúde dos animais. Não pondo em causa a boa fé das pessoas, muitas vezes a simples palavra não chega, pois os animais são portadores assintomáticos de muitas doenças que, se não forem despistadas e se não for feita a devida quarentena vão manifestar-se apenas em casa do comprador, algumas semanas após a compra. De quem é a responsabilidade?

Para finalizar gostaria de me referir à preparação que os funcionários das referidas lojas possuem para aconselhar os futuros compradores. Felizmente, vou verificando com maior frequência que vai havendo uma maior preocupação em conhecer as características dos animais que vendem, bem como de explicar correctamente como os manter nas melhores condições. É claro, que dado o vasto leque de animais dísponiveis é muito díficil conhecer todos, mas é obrigação das lojas proporcionar o mínimo de conhecimento, dirigir as pessoas para veterinários de animais exóticos ( que já não são um mito, como a alguns anos atrás. . . ) e acima de tudo não dar medicamentos sem ter conhecimentos acerca da verdadeira causa de doença dos animais.

Provavelmente, ao lerem este artigo vão deparar-se com termos e com assuntos que nunca pensaram poder estar relacionados com a aquisição de animais exóticos. No entanto o meu objectivo é apenas alertar os compradores e os funcionários das lojas de animais que existem requesitos necessários para poder ter e vender um animal exótico. Espero poder falar noutra ocasião em mais pormenor de cada um destes assuntos. Gostaria no entanto que os futuros compradores estejam atentos às indicações que aqui foram dadas e que as exijam. Quanto aos vendedores, por favor, esforcem-se por dar informações corrrectas ou indicarem quem as saiba dar, porque já me sinto um pouco aborrecido de me deparar com animais em mau estado, devido a falta ou à incorrecção das informações ou da falta de condições em que os animais chegam ou são mantidos nas lojas.
Comentários (2)adicionar comentário
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
14.05
psy_mushroom disse:
tem toda a razao, mas discordo em alguns aspetos! como é obvio os vendedores de petshops deviam realmente estar mais informados sobre os animais que vendem, o que raramente acontece, mas como referiu que esta farto de ver animais a nao serem tratados corretamente nao é só culpa dos vendedores, mas sim a maior parte da culpa dos compradores, porque deveriam informar-se bem primeiro sobre o animal que pretendem adequirir, porque infelismente cada vez há mais gente que quer ter um exotico apenas para dizer que tem, apenas por exibiçao...eu tenho varios animais exoticos, cobras, escorpioes, tarantulas, a maior parte comprados a criadores particulares, mas a minha primeira cobra foi comprada numa petshop, e a vendedora nao entendia nada de cobras, eu entendia bem mais que ela, pois informei-me bem antes de a comprar, o que todos deveriam fazer... em relaçao a como sao mantidos nas petshops, isso sim, isso revolta-me... é desde rãs sem humificador e sem humidade nenhuma, é iguanas sem luz uv, é cobras sem cabo ou tapete de aquecimento e em terrarios mesmo pequenos etc.. mas enfim, basta dizer que estamos em portugal... deixo aqui o conselho para quem quiser adequirir um exotico: INFORMEM-SE BEM SOBRE O ANIMAL, O QUE COME, QUANTAS VEZES, QUE SUBSTRATO USAR, QUE MEDIDAS DE TERRARIOS USAR, SE USAR LUZ UV OU NAO, QUE TIPO DE AQUECIMENTO USAR E QUE TIPO DE TERMOSTATO, QUANTA HUMIDADE MANTER, COMO LIDAR COM CERTAS SITUAÇOES QUE POSSAM SURGIR, ETC.. informem-se bem na internet, na tv, em livros, ou melhor ainda, com quem tem experiencia nesse tipo de animais! ;)
21.03
psychon disse:
Concordo com todo o texto. Por diversas ocasiões tive complicações com animais por falta de adequado esclarecimento nos estabelecimentos e quanto a certificados ...
rede vivapets:  Português Português English English Español Español Deutsch Deutsch