está aqui: home > artigos > viver com um coelho anão

Envie a um amigo
Recomende o vivapets
de:


para:


mensagem:

[ enviar ]

 

Viver com um Coelho Anão

Adaptação, amizade e alojamento

ARCADENOE.SAPO.PT

É um especialista sobre este tema? 
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
Enviar este artigo a um amigo!
Preencha o formulário abaixo

o seu nome:
o seu email:
nome do seu amigo:
email do seu amigo:
comentários:
 
Segunda, 02 de Junho 2008

Viver com um Coelho Anão
Chegada a casa

Tal como os outros animais, os coelhos necessitam de algum tempo para se adaptarem à nova casa. Assim que chegue a casa, coloque o animal na gaiola, que deve ter sido previamente preparada para o receber. Os coelhos não têm almofadas protectoras nos pés e por isso devem ter o chão da gaiola forrado com algo que não danifique as patas.

Os primeiros sinais de habituação do coelho à nova casa são:

  • Mostrar apetite – comer ou beber;
  • Iniciar a sua própria higiene – lamber o pêlo.

Quando o coelho evidenciar estes comportamento, significa que o coelho já pode ser retirado da gaiola para explorar o resto da casa.

Pegar no coelho


Existe sempre a tentação de tratar os animais como se fossem cães, mesmo tratando-se de espécies completamente diferentes. Um coelho não pode ser pegado da mesma forma do que um gato ou um cão. Antes de pegar no coelho, ganhe a confiança dele, fazendo-lhe festas e dando comida. Depois, pratique os movimentos levantando-o o mínimo possível do chão. Quando o animal se habituar a ser manuseado, poderá deslocá-lo ao colo. Contudo, os animais são sempre imprevisíveis e deverá estar o mínimo tempo possível em pé com o coelho ao colo .

Para pegar num coelho deve usar as duas mãos. Primeiro, deslize a mão pelo peito do animal, sem agarrar as patas, deixando-as livremente. Simultaneamente, segure a parte traseira do coelho, deixando-o sempre com as patas livres. Para o coelho, não é natural ser pegado e elevado do chão, por isso é normal que o animal abane as patas ou tente morder, na tentativa de se libertar. Mesmo que esteja com dificuldade em conseguir manter o coelho nas suas mãos, nunca o deverá largar sem primeiro o colocar no chão ou noutra superfície. A queda do coelho pode magoá-lo ou trazer outras consequências mais graves. Os ossos dos coelhos são bastantes frágeis e um coelho em pânico que esteja com os movimentos parcialmente restringidos pode partir a sua espinha. Para além disso, dessa forma, o coelho não se habituará a ser pegado. Ao pegar no coelho, mantenha a cabeça do animal sempre mais elevada do que a parte traseira. Nunca pegue no coelho pelas orelhas.

Estabelecer laços

Os coelhos são animais afectuosos que gostam de companhia. Explore os gostos do seu animal: os coelhos têm sítios preferidos onde preferem ser acariciados, geralmente perto das orelhas. Empregue algum tempo diário no convívio com o coelho: pode oferecer-lhe algumas guloseimas próprias para estimular a confiança entre os dois.

Saídas regulares

Os coelhos necessitam de esticar as patas e as saídas regulares da gaiola são obrigatórias se desejar ter um coelho saudável. Os coelhos devem poder passear livremente pelo menos duas vezes por dia durante um período mínimo de 30 minutos. É sempre desejável aumentar o número de saídas e o tempo permitido fora da gaiola. Não deve soltar o coelho em lugares frios e o piso não deve ser escorregadio.

Nas primeiras saídas, deve estar preparado para alguns estragos: fezes fora do sítio, por exemplo. Lembre-se de preparar a divisão antes de soltar o coelho, cobrindo os fios eléctricos e retirando os objectos de valor que se podem partir ou que não podem ser roídos da divisão.

Muitas pessoas optam por deixar os coelhos brincar na varanda, onde estes podem andar livremente. Para isso deve ter em atenção:

  • Pavimento e grades  – o pavimento não deve ser escorregadio nem frio, forre-o com um material adequado. Esteira de arroz talvez seja o mais recomendado. Se a sua varanda for aberta cubra as grades para que o coelho não consiga passar entre elas. Qualquer muro com menos de um metro pode ser transposto pelo coelho.
  • Companhia estranha – os gatos conseguem facilmente entrar e sair de varandas vizinhas por isso não deixe o coelho solto sem supervisão.
  • Condições climatéricas – Tanto o sol como a chuva são prejudicais para o coelho. Não deixe o coelho brincar na varanda quando não há sombra ou quando o tempo está frio e húmido.

Recintos específicos

Os coelhos gostam de ser estimulados, e por vezes as saídas para uma divisão podem-se tornar enfadonhas caso o dono não providencie algum divertimento. Apesar de serem pouco resistentes, as caixas de cartão são uma opção económica. Disponha-as pelo chão, corte buracos e deixe o coelho explorar o cenário que construiu para ele.

Higiene

Tal como nos gatos, os coelhos podem ser ensinados a fazer as necessidades num local específico. Apesar de gostarem de passar tempo na “caixa de areia” os coelhos podem necessitar de mais do que uma caso lhes seja dada a oportunidade de andar por várias divisões. Um truque é colocar feno na caixa de areia, tornando-a mais atractiva aos olhos do coelho.
adicionar um artigo
Bookmark no site::
Del.icio.usDiggNewsVineDe.lirio.usBlinkbitsBlinklistBlogmarksCo.mmentsFarkFurlMa.gnoliaNetvouzRedditScuttleShadowsSimpyTailRankYahooMyWeb
Comentários (12)adicionar comentário
Esta funcionalidade exige que esteja registado no VIVAPETS

Pode fazer o login da sua conta ou criar uma nova conta.
21.01
PCVV disse:
eu tenho um Fofinho albino com 2 anos, é o nosso meniono, mas anda solto em casa só vai à gaiola para comer ou à sua caixinha fazer o xixi, já fez algumas asneiras mas não sou capaz de prende-lo, é mais feliz assim, de manhã assim que ponho os pés fora da cama ele vem logo a correr para lhe festinhas na cabeça e outras vezes durante a noite vai à cama dar beijinhos (lambe-nos a cara) ele é um membro da familia, mesmo quando vamos de férias ele vai connosco.quem pensar em ter um coelhinho nunca se esqueça que eles de 6 em 6 meses têm que ser vacinados e acarinhados.
12.12
Starquality disse:
Adorei este artigo! Muito esclarecedor. Obrigada.
20.07
didipt disse:
Sou dono da Pantufa , ao qual esta me supreendeu muito pela sua inteligência e pelas suas brincadeiras.Aconselho a quem pretende ter um animal de estimação. Um muito obrigado aos amantes e protectores dos animais.
11.07
dolcesandra disse:
Sou dona do Fofinho e de facto este é um animal fantástico para se ter. Amo o meu coelho e quando fico longe dele fico triste pois não o tenho comigo para me acordar ou fazer me rir com as trapalhadas dele. Depois tem uma outra grande vantagem:não ladra nem mia...lol não que isso me inocomode mas é optimo para se ter num apartamento ou coisa do genero. Estou tão apegada a ele que não sei como viverei quando ele partir para o paraiso dos coelhos... :( espero que isso seja daqui por muitos anos.
18.06
tontito disse:
tive um coelhinho anão durante 10anos, um tempo de vida acima da media.. nunca teve numa gaiola, andou sempre a vontade, a veterinária diz que isso o estimulou muito, ele era muito,muito inteligente...a todos os que gostam dos seus animais um bem haja
10.06
nessitah disse:
=) yep... e sao tao lindos adoro os bellier ^^
08.06
dnisy disse:
Sim os coelhos são bem diferentes dos cães e gatos! Não gostam muito de colo, mas adoram carinho verbal e mesmo ser acariciados na cabeça. Por incrível que pareça estes mini coelhos domésticos são ciumentos! Tem o pelo muito macio que troca a cada estação climática. Brincam de correr quando estão soltos. Arranham se forem pegos de forma inadequada, mas com o tempo habituamos a pegá-los e manter suas unhas aparadas. É muito fácil cuidar deles. Tenho dois para que um faça compania ao outro, são machos de raças diferentes e castrados de forma a ter um convívio saudável como irmãos. Vivem em harmonia com outros animais de estimação.
07.06
LindinhaOURO disse:
ja li ta muito bem feito!! =)
03.06
logomorfo disse:
Artigo muito interessante. Vai ajudar os novatos, como eu, e os que estão indecisos em adquirir um coelho.
02.06
teka89 disse:
Acho q esta aqui um artigo muito bom,sem duvida que explica bem como é e deve ser tratado e acarinhado um coelho.
rede vivapets:  Português Português English English Español Español Deutsch Deutsch